Arquivo da categoria: vida

Tragédia são os ignorantes

Publiquei esse texto no facebook…e vou deixar aqui tmbm….
Absurdo esse povo crente falando que a tragédia foi “castigo divino”…certamente eles são mais santos que qualquer um…São bestas como esses que me fazem repensar o título “evangélico”… Se for eelo meu “pecado”, eu mereço perecer em chamas mais do que qualquer um que estava ali.

Pense bem, seu idiota! Povo estúpido, que cospe na própria fé! Declarações como essa só revelam que amor e compaixão que Jesus tanto pregou e que é o recheio do evangelho mesmo, passou longe dali e só mostram uma cambada de safados fanáticos religiosos que acabaram de expor o que realmente tem por dentro.

Essa corja de ignorantes são os que andam com adesivos nos carros, com camisas com dizeres “gospel”, que só escutam musicas “santas”, são os embrulhados numa espiritualidade vazia, igrejista, que não vivem a vida que tanto proclamam com a boca e desproclamam com os atos.

E não me limito aos crentes, mesma estupidez são os ateus que vem dizendo que Deus blablabla…pra falar mal, Deus tá na boca toda hora, são especialistas no divino…o homem tende a se esquivar de qualquer forma das merdas que faz…tragédias como essa e tantas outras que nos assolam localmente e globalmente são resultado da nossa própria ganância e egoísmo!

Na tragédia, a dor não tem credo, e deveríamos chorar com os que choram, não apontar o dedo, pro lado ou pra cima (ou pra baixo). Isso se chama compaixão e se vc não tem, o resto que você tem, não serve pra nada!

Anúncios

Carros 2

Velozes e Furioso para crianças…haha…brincadeira!

Sim moçada! A Pixar fez de novo! Carros 2 atropelou minha descrença no filme e fez ela comer poeira.
Mas não foram só coisas legais. Ainda acho que não entra nos top 5 da Pixar.
O filme é bem divertido, tem a “moral-da-história” que sempre está presente nos filmes da pixar, dessa vez bem presente e sem subtexto, escancaradamente. Um clichê!

Masssss…o que eu achei que seria um filme chato se confirmou em algumas horas coma  Alice e a Júlia querendo dormir (num filme pra criança??? Sim! Num filme pra criança). Salvo as sequências do final que foi bem emocionante e que trouxeram pra casa um “ADOREI” da Júlia.

O problema de carros 2 não está no filme. Está nos outros filmes melhores da Pixar, onde as crianças se divertiam e aprendiam coisas bacanas e onde os adultos também eram cutucados sobre coisas que só os adultos entendem. Em carros 2, não vi esses layers, estava tudo escancarado em um layer só.

Mas vale o ingresso! Eu me diverti pra Caramba! O que tem nele e que tem menos nos outros filmes da Pixar são seqüencias de ação. são muito boas! As corridas são ótimas, e o visual impressionante (pra variar). E um final digno de filme de gente grande! Não vou contar pra você não perder a ida no cinema.

X-Motivação, X-Escolha e X-Ação

X-men 1st class foi pra mim o melhor filme da saga X-men no cinema até aogra. Depois da bomba que foi Wolverine no último filme, poucos tinham esperança que esse filme fosse vingar de alguma forma.

Mas voltando pro lado “moral-da-historia”, uma coisa me chamou a atenção nos X-men, particularmente em Charles Xavier e Magneto. A antecipação que os colocou de lados diferentes do muro.

A antecipação pela esperança que Xavier tem na convivência pacífica entre mutantes e pessoas comuns. A motivação de tornar esse mega evento evolutivo numa chance de paz, fez Xavier escolher o seu lado na batalha.

Opostamente, mas não sem motivações, Magneto, se posiciona no outro extremo. Onde o futuro prevê uma revolta da humanidade contra as aberrações que são, pelo medo de serem subjugados, discriminados e tornarem-se declarados inimigos da humanidade.

Magneto ganhou nesse filme uma senhora profundidade quanto ao desenvolvimento do seu personagem. Um Magneto que você quase chega a torcer por ele. Uma criança inocente que a vida moldou para ser vingativa e má. Um Magneto que beira a falta de escolha por ser quem ele é.

De fato o filme gira em torno dessas escolhas. A vida gira em torno dessas escolhas. Talvez por isso X-men First Class seja o filme mais legal da série. É um filme que aproxima super-seres de nós super-normais.

O que nos motiva a fazer escolhas e ser coerentes com elas, ou seja, agir de acordo com o que acreditamos é o que constrói nosso caráter e nos evolui em vários aspectos.

Faça a escolha certa!

iPad

Há algumas semanas atrás eu adquiri um iPad. Tá ai uma coisa que tem me ajudado muito. Não foi por modinha, mesmo porque o iPad 2 sai hoje lá nos EUA, ele realmente tem sido útil.
Meu primeiro iPhone foi usado. Um 3G, comprei um pouco antes de sair o 4. Ainda acho um telefone extremamente caro, mas extremamente cativante. Não comprei pela modinha também, ele é mais útil por seus apps do que por ser um telefone. Comprei barato de um amigo que trocou o dele. Minha surpresa com ele foi enorme.
O tio Steve Jobs sabe realmente fazer as coisas. Apesar de todo mundo que compra pra tirar onda, iPhone, iPad, iTouch são incríveis de se usar.
A interface além de bonita, é muito agradável e só agora tem um concorrente a altura. O Android.
Nem tudo são flores, todos os “i”s são limitados se você comparar com o que já estamos acostumados a usar no dia a dia. Não vou nem citar o Flash que não é suportado, mas coisas simples como transportar ou carregar arquivos, uma usb, coisinhas que você se adapta em prol demusar o aparelho, mas que não custaria nada colocar lá.
Mas a balança de prós e contras, com certeza pesa para o lado dos prós. Abandonei meu notebook, mas ainda não dá pra ficar sem um computador para guardar seus videos, fotos e músicas.
Se você tiver wifi no trabalho e em casa, é o ideal, sua vida “social” nunca mais vai ser a mesma, e em breve sua vida “real” também não.

Etiquetado ,

Oh Happiness..

Vendo um vídeo do Tehilim Celtic Rock,  uma coisa chamou atenção da minha “concordância”…me entristece haver tantos pouco originais no meio da musica. De fato isso não acontece no meio cristão apenas…enquanto a mídia construir ídolos a qualidade estará ai na berlinda.

Um ícone não se fabrica. Ele se controi  e é construído pelos que o suportam..

É por isso que eu mal escuto musica cristã. Apesar de toca-la. A música é uma ferramenta, seja para o que você usa-la. Satisfação, expressão, alivio, diversão, como fuga ou como regresso.

Permanecendo

Talvez seja uma das coisas mais difíceis que iremos fazer aqui nessa terra.
Seja lá onde for. A garra, o cansaço, o sonho, as lutas, a vitória é a chegada. seja lá onde você estiver indo. Uma vez alcançado esse estado de climax. tem o outro lado da encosta.
Lá duas opções. Permanecer no topo ou descer a encosta, ai você tem dois lados pra descer…por onde você veio, e uma nova descida. Você escolhe. O que é quase impossível é permanecer lá no topo. Sim, você pode comprar tempo, mas não a gravidade.
Não fomos feitos para permancer. Fomo criados pra correr atrás, para o progresso. Tá bem, podemos não ter sido criados pra isso, mas esse foi o caminho depois da queda.
Por falar em queda, você já ouviu certamente que a vida é como uma montanha russa, cheia de altos e baixos. Na verdade várias coisas são como uma montanha russa. As emoções, seu trabalho, seu dia, seus relacionamentos.
Não permanecer não é ruim. Muito pelo contrário. O fato de subir e descer, escorregar para a direita e para a esquerda é o que nos faz progredir, aprender e seguir em frente, e quando necessário, voltar atrás.
O único lugar onde nós fomos destinados a permanecer é na tentativa. Essa é sua escolha. Você pode continuar tentando, consciente do seu alvo, ou pode chutar o balde. Seja lá qual for a escolha, você escolheu não permanecer num determinado estado.
Aprenda com isso.
Insista.
Mire no alvo certo.
A ampulheta se esvazia, os alvos estão a sua frente, piscando, não escolha o mais fácil.
Os caminhos estão a sua frente, não escolha o asfaltado.
Não permaneça na inércia.

A Alegria dos homens

Alegria. Provavelmente, se vivêssemos alegres o tempo todo, a alegria não seria alegria. A Alegria é uma ilha que sempre aparece quando você está cansado de nadar.

Morrem cansados os que não conseguem a encontrar. Morrem desesperados os que se recusam a nadar até ela. Morrem tristes os que a ignoram.

Hoje eu não estou triste. E amanhã…amanhã não haverá mais choro.

Férias?

Férias deveriam ser tempos de descanso. Mas as minhas estão meio que movimentadas demais, vou precisar de férias das férias depois.
Gosto muito(ou gostava) de escrever aqui e fui atropelado por várias coisas nos últimos meses. Váaarias coisas. Mas um dos meus objetivos de férias é voltar a postar aqui.
Estou tentando a medida que o tempo caminha. A tentativa é pra que pelo menos uma vez por semana ou quinzenalmente eu tenha algo novo pra colocar aqui.
Seria ótimo.
Tenho escrito muita coisa, mas voltei ao papel, onde dá pra riscar, rabiscar, onde não tem undo, não tem crtl+C/V, nem ferramenta de seleção, é um exercício de…sei lá o quê…mas tem sido importante.

That´s it!

Etiquetado

Nois na fita!

Saiu um entrevista minha no blog do governo de minas há umas semanas. Na ocasião, por conta de um assalto, as filmagens e tudo mais forma levadas do pessoal da equipe do Blog, recentemente eles voltaram pra regravar a entrevista, e ela está no ar agora.

Esse sou eu, suposto ilustrador, animador, mas acima de tudo um apaixonado e grato por fazer o que faço. confere ai a entrevista em vídeo e a enrevista em texto está no blog do Governo de Minas.

Em breve lá, a entrevista em viceo do Gui e da Maru.

 

3

Eu adoro matemática (não, não sou bom com ela), eu vejo uma equação como eu vejo uma música, ou um texto, um poema, enfim, eu adoro números e seus correlatos, por exemplo, geometria e a simetria.

Tenho fixação por achar simetrias e padrões em tudo quanto é coisa. Por isso os 33 anos que eu completo hoje e os 3 oficiais da Animassauro tornaram essa data tão legal pra mim, afinal dia 26 pode ser 6/2=3.

33 anos meus e 3 da Animassauro dá 333, que somados dão 9, que é o mesmo que 3×3. Além de ser um conjunto simétrico de 3 3’s, e além do 3 em romanos ser III, que também são 3 letras iguais e  simétricas.

Pelo Zagalo não tenho nem simpatia, nem nenhum dedo na numerologia ou qualquer coisa parecida, e aqui entre nós eu acho que é uma banalização e uma futilização da matemática. Trato números como brinquedos. E eu penso que os matemáticos também.

Minha fé tem em um dos seus pilares a Trindade,  e meu casamento é construído sobre o princípio Bíblico do cordão de 3 dobras, que é um conceito muito legal (não é uma receita, nem simpatia). As Mulheres da minha vida são 3 (Aline e minhas filhas  Alice e Júlia), eu fiz o primeiro ano do segundo grau 3 vezes (não foi minha culpa), e quando eu jogava basquete, gostava muito de treinar a pontaria para a cesta de 3 pontos.

Meu jogador preferido nessa época era Patrick Ewing, Pivot do New York knics, número 33.

A Animassauro teve em sua origem a participação uma passagem Bíblica onde Jesus anda sobre as águas para se encontrar com seus discípulos no mar (essa foi uma experiência minha) que se encontra em Mateus 14: de 22 a 33 ( a mesma passagem se encontra nos livros de João e Marcos ambos no capitulo 6 (que é 3×2).

Nosso mascote tem 3 dedos, e as fatias de pizza que a gente vai comer amanhã pra comemorar tem 3 lados. Além de ser dia 27 (2+7=9=3×3 )

Hoje eu tive 3 COMEmorações de aniversário, uma na Animassauro, com um bolinho que a Maru levou de presente (brigado Maru! estava uma delícia), uma após o ensaio, que a turma levou um Brownie com sorvete, e quando eu cheguei em casa,  a Aline tinha preparado uma jantinha especial, e daqui a pouco as comemorações continuam (if you know what i mean)…

Todo mundo que eu digo que estou fazendo 33 anos me diz:” aeee, a idade de Cristo!” Nunca entendi bem…parece que ele só teve essa idade, mas também não entendo se eu deveria ficar alegre com isso, afinal foi a idade que mataram ele.

Adoro Trilogias! Tanto literárias quanto cinematográficas. Na minha conversão os livros que eu mais lia eram as 3 cartas de João. Na trilogia do senhor dos anéis o Rei retorna no terceiro livro, Dos 3 filmes é o que me fez chorar, e na de Star Wars o terceiro filme foi o que fez parte da minha infância, O retorno de Jedi, mas na verdade ele é o capítulo 6 na saga (6 que é 2×3).Os Tundercats quando fugiram de seu planeta vieram parar no terceiro mundo. o Panthro era o meu preferido. Além dele ter construído a Toca dos Gatos e o Thundertanque, O nunchaco era minha arma marcial preferida.

O 3 faz parte de outra fascinação minha, os números primos.

Enfim, adorei ficar o dia todo tentando achar os 3 nas coisas. Todo ano, há 33 anos, minha mãe me conta a mesma história. Que eu não era pra estar aqui. Porque os médicos desenganaram ela dizendo que eu tinha 1% de chance de nascer vivo.  Eu acho que pra ela, que teve 3 filhos, deve ter sido uma barra passar por isso. Se eu fui um sortudo ou um milagre você chame como quiser,  mas eu fico muito feliz em olhar pra trás, como meu amigo Marcelão me ensinou, e ver o caminho que meu Deus me ajudou a caminhar, os tombos que eu tomei, as vezes que eu levantei e corri, as que levantei e andei, as vezes que eu fiquei sentado na estrada pensando, as vezes que eu tentei voltar, as vezes que eu retomei a direção certa, eu lembro quando estava chovendo no caminho, quando tava um solão, quando caiu granizo, quando ficou de noite… Existe um discurso errado ai que Jesus te ama e nunca vai deixar você sofrer…Quem me dera!…A gente só aprende a andar caindo, só aprende a nadar tomando uns bons caldos. E graças a Deus pela dor.

Na carta de Tiago tem uma passagem assim: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.”…e se não tivesse produzido, não tinha mais família, nem Animassauro, nem os sonhos que eu ainda tenho pro futuro.

2009 foi um ano muito pesado pra mim, muito pesado . E hoje eu perguntei pelo twitter:”33 anos, o que a gente fez até aqui?” e me surpreendi com a resposta que o Brunão me mandou:  “melhor seria perguntar: com a bagagem dos 33 o que vou fazer a partir daqui?”

E é isso ai…